Os esportes aquáticos são ótimas alternativas para quem quer se exercitar – e não apenas durante o verão. Além de trabalharem o condicionamento físico, aumentando a capacidade cardiovascular, são indicados para os casos de recondicionamento e tratamento terapêutico.

 

Natação

É a base da maioria das atividades físicas na água. Sua primeira indicação foi treinar o condicionamento cardiovascular dos guerreiros no Império Romano.

Entre seus benefícios estão o aumento da resistência física e cardiopulmonar, assim como uma eficiente melhora da coordenação motora.

Como exige concentração para a respiração e os movimentos alternados de braços e pernas, a natação alivia a tensão emocional e massageia todo o corpo pelo contato com a água.

Modalidades de nado

            Peito: também conhecido como estilo clássico. O ritmo desse estilo é lento, o que garante definição muscular e rigidez. Grupos musculares trabalhados: panturrilhas e peitorais.

            Costas: esse estilo trabalha os músculos das costas, peito, barriga, glúteos e parte anterior da coxa.

            Borboleta: ideal para desenvolver coordenação motora de braços e pernas, pois os movimentos são intercalados entre os membros inferiores e superiores. Fortalece a musculatura de ombros e braços.

            Crawl: a respiração é muito importante nesse estilo rápido, também conhecido como nado livre. Ajuda a definir os músculos dos braços e das costas e colabora para o emagrecimento.

 

Hidroginástica

Utiliza técnicas de ginástica de solo e respiração para melhorar o condicionamento cardiovascular e fortalecer a musculatura.

Sua indicação é ampla e, quando bem direcionada por um instrutor e sob orientação médica, pode ser praticada por indivíduos que iniciarão um programa de condicionamento físico, inclusive idosos, pessoas que sofrem de osteoporose e gestantes, para aumentar a circulação sanguínea nas pernas e prevenir dores lombares.

 

Modalidades de hidroginástica

            Local: assim como a ginástica localizada, trabalha grupos musculares específicos com o auxílio de equipamentos como halteres e tornozeleiras, entre outros.

            Water Running: corrida em que são exercitados os braços e as pernas simultaneamente.

            Hidro Core: melhora o equilíbrio e alinhamento do corpo, trabalhando os músculos do abdome, quadril e costas.

            Deep Running: corrida praticada com colete de flutuação. Assim é possível aumentar o trabalho cardiovascular porque não há contato com o solo.

            Hidrobol: atividades com bola que desenvolvem a coordenação motora, o equilíbrio e a agilidade.

            Hidrosport: realização de esportes com bola – como vôlei – dentro da água.

 

As mais diversas modalidades esportivas estão sendo adaptadas à realização na água, devido ao baixo impacto. Já existem academias e clubes que oferecem aulas de spinning e até triatlo na piscina.

 

Antes de mergulhar

É preciso fazer uma avaliação médica para verificar lesões existentes, em especial as de ombros, que são impeditivas para a natação. Com a liberação de seu médico, basta seguir os passos de qualquer atividade física: alongamento e aquecimento, alimentação leve antes da prática e boa hidratação.

 

 

Novembro/2006 - Atualizada em julho/2010 – site: www.einstein.br – Espaço Boa Forma